27.5.14



O amor cega a lâmina da angústia.

Um comentário: